(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Agentes do Estado se mobilizam no combate ao mosquito da dengue

Saúde Comentários 18 de outubro de 2018

Número do Governo atestam que houve aumento da incidência nos últimos meses


Começou na última quarta-feira, 17, a vistoria dos imóveis residenciais e comerciais de todo o Estado, por equipes de agentes de saúde, de endemias e bombeiros. A ação integra a campanha “Goiás contra o Aedes, ciclo 2018/2019”. A força-tarefa, a ser estendida para todo o Estado, visa eliminar os criadouros do mosquito Aedes aegypti e conscientizar os moradores sobre a necessidade de realizar a ação de forma rotineira, visando a redução dos casos de dengue, zika e chikungunya.
A cultura do combate ao Aedes aegypti, propagada em todo o território goiano por meio da ação Goiás contra o Aedes é importante sob vários aspectos. O lançamento da ação ocorreu devido ao início do período chuvoso no Estado, quando surgem mais criadouros do mosquito e, em consequência, ocorre o aumento do número de casos das doenças transmitidas pelo inseto. Foi destacada, ainda, a importância da parceria firmada pela SES-GO com o Corpo de Bombeiros e com as prefeituras municipais para o sucesso, continuidade e consolidação da operação.
A campanha Goiás Contra o Aedes é a maior ação de Defesa Civil desenvolvida em todo o País. O comando do Corpo de Bombeiros destacou que a instituição se sente gratificada por atuar em parceria com a SES-GO e com as prefeituras municipais visando a diminuição dos casos de dengue, zika e chikungunya.

Casos
Em 2018, particularmente, houve um avanço no número de casos de dengue no Estado, comparado ao quantitativo registrado em 2017. O coordenador-geral de Ações Estratégicas de Dengue da SES, Murilo do Carmo, atribui este aumento ao aparecimento vírus tipo 2, que está predominando em todo o território goiano desde o ano passado. Ele destaca que a SES-GO está adotando a iniciativa de desenvolver a ação Goiás contra o Aedes justamente com o objetivo de atenuar o avanço de casos. Os registros da Secretaria Estadual de Saúde apontam que em todo o ano passado foram confirmados 41.400 casos de dengue, o equivalente a 47,08% a menos do total notificado em 2016. Neste ano, até meados de outubro (Semana Epidemiológica 40), foram confirmados 52.000 casos, o que implica um avanço de 25% em relação a 2017.


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Nova unidade atenderá a cerca de 7 mil pessoas na Região Oeste de Anápolis

15/03/2019

Um espaço próprio que acabou de ser construído vai dar lugar a dois postos que funcionavam em locais alugados e precários...

Mitos e verdades sobre a enxaqueca

15/03/2019

Dor de cabeça forte, enjoo e sensibilidade à luz e ao barulho. Esses são os principais sintomas da enxaqueca, doença neur...

Aulas de Hiit são oferecidas gratuitamente em Anápolis

07/03/2019

São 30 minutos a 40 minutos de uma aula intensa: corrida, bicicleta, peso, abdominal. O céu é o limite para as variações...

Saúde intensifica ações de combate à dengue no Município

07/03/2019

De um lado, um batalhão formado por cerca de 400 agentes –250 comunitários de saúde e 150 de endemias. De outro, o Aedes...