(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

CPE prende estuprador em 24 horas

Segurança Comentários 01 de fevereiro de 2018

Homem de 19 anos confessou o crime praticado em plena luz do dia na região Leste da Cidade


Uma dona de casa de aproximadamente 50 anos (identidade preservada) foi vítima de agressão sexual dentro de sua própria residência, fato ocorrido no dia 30 de janeiro, terça-feira, por volta de uma e meia da tarde. Ela estava em frente ao imóvel, no loteamento Vale do Sol, região Leste de Anápolis, quando foi abordada pelo servente de pedreiro Nelson da Silva Almeida, que a obrigou a entrar para a casa e a violentou. Em seguida, sob forte ameaça, o acusado foi embora e levou consigo o telefone celular da vítima.
O caso chamou a atenção dos moradores da região e a Polícia Militar foi acionada. Uma equipe da Companha de Policiamento Especializado (CPE) iniciou as buscas e conseguiu imagens de câmeras de videomonitoramento de residência próximas, o que possibilitou o levantamento da identidade de Nelson.
Ele foi localizado no dia seguinte (31) em uma obra onde trabalhava no Bairro Boa Vista, a alguns quilômetros de onde praticou o ataque à dona de casa. Na ocasião, ele trajava as mesmas roupas com as quais foi filmado trafegando pelo setor. Nas primeiras imagens Nelson aparece empurrando uma bicicleta. Não houve como negar. Ele confessou o crime.
Nelson da Silva Almeida, 19 anos, é oriundo do Estado da Bahia, onde responde pelo crime de roubo (Artigo 157 do Código Penal) e estava escondido em Anápolis. Ele confessou a autoria do delito. Também, a mulher o reconheceu assim que lhe foram mostradas as imagens do agressor. A vítima foi levada para o Instituto Médico Legal, onde passou por exame de corpo de delito e, posteriormente, à Santa Casa de Misericórdia, onde recebeu atendimento médico. De acordo com o comando da CPE, o autor confessou, também, o roubo do aparelho celular e indicou Luiz Marques Muniz Júnior como o receptador do objeto. Este estava, também, com a bicicleta com a qual Nelson fora filmado e foi levado junto para Delegacia de Polícia. Nelson foi enquadrado nos artigos 213 (crime sexual) e 157 (roubo) e Luiz Marques no Artigo 180 (receptação) do Código Penal Brasileiro.



A Polícia Civil, através da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente da 3ª Regional de Anápolis, divulga o retrato falado de um dos acusados de estuprar uma moça em Anápolis, na manhã do último dia 23 de janeiro, no Residencial Leblon.
Segundo as investigações, dois indivíduos que estavam em um carro de cor verde, abordaram a vítima enquanto ela aguardava a chegada do transporte coletivo em um ponto de ônibus.
O retrato falado foi criado pela equipe do Núcleo de Perícias Papiloscópicas, a partir de informações repassadas pela vítima.
Se você souber onde se encontra este rapaz, ligue, anonimamente, para a DCPA através dos telefones: (62) 3328-2721/3328-2722 ou pelo 197 da Polícia Civil. Nós garantimos seu sigilo.
Polícia Civil – compromisso com a verdade e a justiça!

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Segurança

Cadeia Pública terá monitoramento

08/11/2018

O Conselho da Comunidade de Execução Penal entrega nesta sexta-feira,09, a sala que vai abrigar a Central de Monitoramento ...

Polícia prende acusados de crime bárbaro

08/11/2018

Poucas horas após ter conhecimento, na tarde de quarta-feira (07), através de denúncia anônima, de que o casal Leandro Ca...

Titular da Terceira Regional avalia o bom desempenho da Polícia Civil

02/11/2018

Completou-se, no dia 30 de outubro, um ano desde que a delegada Aline Vilela assumiu o comando da Terceira Delegacia Regional...

Mais um presidiário foi assassinado na Cadeia Pública de Anápolis

18/10/2018

A morte de mais um detento no Centro de Inserção Social “Monsenhor Luiz Ilc”, ou Cadeia Pública de Anápolis, trouxe ...