Untitled Document

VANDER LÚCIO

 

[ 13 04 2012 ]

Rubra, já rebaixada, se despede em jogo fora de casa

 

Desclassificada da Série A do ano que vem, com uma rodada de antecedência, a Anapolina faz a última partida longe da torcida. Depois dos 90 minutos de jogo, será hora de repensar o futuro

 

Tamanho da letra:

 

A Anapolina, de forma melancólica e decepcionante, encerra a sua participação no Campeonato Goiano de 2012, neste domingo, em jogo contra o Morrinhos, no Estádio “João Vilela”, longe, portanto, da torcida que amargou o rebaixamento para a Segunda Divisão. A partida será, apenas, para cumprir tabela, enquanto o Morrinhos ainda pode sair da zona de rebaixamento, caso vença o jogo e o Goianésia perca para o Itumbiara.
Para a Xata, será uma despedida trágica, já que, pela primeira vez em sua história, o time sai da elite do futebol goiano, depois de uma má campanha. Na primeira fase, em nove jogos, a Anapolina sofreu quatro derrotas, obteve quatro empates e apenas uma vitória. Na segunda fase, em oito jogos, foram cinco derrotas, dois empates e uma vitória. No total, em 17 jogos, nove derrotas, seis empates e duas vitórias apenas. Com estes resultados, não poderia ter sido outro o fim da participação da Rubra no regional, senão o rebaixamento à “segundona”.
A equipe deve ficar por um bom período sem atividades. O tempo será suficiente para que a diretoria possa repensar e refazer o planejamento do time, agora com vistas à volta à Primeira Divisão, em 2013. Quem sabe, investir em categorias de base, para formar atletas que tenham compromisso com a camisa que vestem.

Semifinal
Na parte de cima da tabela do Goianão, três times já estão classificados para a fase semifinal: Goiás, Atlético e Vila Nova. A outra vaga estará sendo disputada entre o Crac e a Aparecidense. O time de Catalão vai enfrentar o Vila Nova, terceiro colocado, no Estádio “Onésio Brasileiro Alvarenga” (OBA), enquanto o time de Aparecida de Goiânia enfrentará o Goiás, jogando em casa. Na zona intermediária, o Itumbiara pega o Goianésia. O Atlético enfrentará o Rio Verde, que já não tem muitas pretensões, ou seja, não corre o risco de ser rebaixado e nem tem como se classificar à semifinal. A vitória interessa ao Dragão, que poderia passar à liderança em caso de uma derrota ou até um empate do Goiás, dependendo do placar.


Jogos da 9ª Rodada do 2º Turno
Domingo (15)
16h Aparecidense X Goiás - Estádio “Aníbal Batista de Toledo”
16h Atlético Goianiense X Rio Verde - Estádio “Serra Dourada”
16h Itumbiara X Goianésia - Estádio “Juscelino Kubitschek”
16h Morrinhos X Anapolina - Estádio “João Vilela”
16h Vila Nova X Crac - Estádio “Onésio Brasileiro Alvarenga”


Números do Goianão até a penúltima rodada

Jogos realizados: 85;
Gols marcados: 266;
Gols feitos pelos times mandantes: 139;
Gols feitos pelos times visitantes: 127;
Média de gols por jogo: 3,13;
Times que menos perderam: Goiás 2; Atlético 3; Vila Nova 5.
Equipes que mais perderam: Morrinhos, Goianésia e Anapolina 9.
Times que mais venceram: Goiás e Atlético 12; Crac e Vila Nova 7.
Equipes que menos venceram: Anapolina 2; Morrinhos 4;
Times que mais empataram: Itumbiara e Anapolina 6; Aparecidense e Vila Nova 5.
Equipes que menos empataram: Atlético e Crac 2; Goianésia e Goiás 3.
Times que mais marcaram gols: Goiás 38; Atlético 37; Vila Nova 30.
Equipes que menos marcaram gols: Goianésia 15; Anapolina 18; Morrinhos 20.
Times que menos sofreram gols: Atlético 16; Goiás 18; Vila Nova 20.
Equipes que mais sofreram gols: Aparecidense 35; Morrinhos 33; Crac 32.
Times que figuraram na faixa do rebaixamento: Rio Verde (13 Rodadas); Anapolina (12 Rodadas)
Pênaltis assinalados: 37 (28 convertidos; 9 desperdiçados).
Goleiro menos vazado: Márcio (Atlético) - média de 0,86 por partida
Goleiro mais vazado: Donizeti (Crac) - média de 1,88 por partida
Total de expulsões: 35
Total de advertências com o cartão amarelo: 474
Total de público pagante do Campeonato: 466.447.
Média de público pagante do Campeonato: 5.487 (+104,50% em relação a 2011).
Total de renda bruta do Campeonato: R$ 6.787.404,00.
Média de renda do Campeonato: R$ 79.851,81 (+113,97% em relação a 2011).
Principais artilheiros: 1º Patric (Vila Nova) 14 gols; 2º Nonato (Rio Verde) e Marcão (Atlético) 10 gols; 3º André Leonel (Crac) 9 gols; 4º Schwenck (Itumbiara), Danilinho (Crac) e Zé Carlos (Aparecidense) 7 gols; 5º Lins (Itumbiara), Ricardo Goulart (Goiás) e Bida (Atlético) 6 gols.

 

Autor: Claudius Brito


0 Comentário(s)

Dê sua opinião a respeito desta notícia
Nome:
E-mail:
Comentário:
  CAPTCHA
Digite as letras da imagem acima:
 

[ voltar ]

 

Untitled Document

BUSCA RÁPIDA

Digite a palavra-chave da notícia
que deseja encontrar

NEWSLETTER

Cadastre e receba as novidades do Jornal Contexto