(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Policia prende acusado de matar jovem em 2013

Segurança Comentários 24 de julho de 2015

Crime chocou a opinião pública por conta da barbárie em sua execução


A Polícia Civil prendeu, na quinta-feira, 23, Gustavo Henrique Ferreira Enéias, que tem o apelido de “Minhoca”, acusado do envolvimento no sequestro e morte da jovem Isabel Rodrigues da Cruz, crime ocorrido em 12 de março de 2013. O caso foi noticiado pelo Jornal Contexto e obteve grande repercussão na Cidade. À época ela estava com 22 anos de idade e havia desparecido desde que foi levada, à força, em um carro no qual estavam quatro homens, nas proximidades do Jóquei Clube, para onde ela fora atraída e chegou dirigindo sua motocicleta. Quando de seu sumiço, a polícia já admitia que não se tratava de um sequestro, pois não foi feito nenhum contato com pedido de resgate. A versão que circulava era de que dois dos homens que apareciam na filmagem de uma câmera de videomonitoramento, no local de onde ela foi levada, e que foram identificados pela Polícia Civil, teriam uma dívida de R$ 5 mil para com ela e estariam sendo pressionados a quitarem o débito.


O delegado Manoel Vanderic Filho, que conduziu as investigações e as buscas, disse, na ocasião, que não havia dúvidas de que fora uma execução. Isabel estava com as mãos amarradas para trás e havia sinais evidentes de tiros e lesões corporais típicas de torturas. A localização do corpo, que estava às margens de um riacho, no local conhecido por 21, próximo à BR 414, a 25 quilômetros do centro de Anápolis, foi feita seguindo a uma denúncia anônima. A identificação do corpo, em adiantado estado de decomposição, foi possível através da tatuagem com a figura de uma borboleta na perna de Isabel.


Embora fosse membro de família idônea e com um vasto círculo de amizades, Isabel, reconhecidamente, tinha envolvimento com o mundo das drogas e já havia enfrentado problemas com a Justiça. Desde o seu desaparecimento, a polícia já trabalhava com a hipótese de sua execução, com base nas imagens colhidas das câmeras.


Gustavo Henrique Ferreira Enéias disse ao delegado Vander Coelho, comandante da equipe que o prendeu, ter participado, apenas, do sequestro da jovem. Mas, a polícia entende que com o desenrolar das investigações, toda a trama será esclarecida e a autoria do delito vai ser devidamente solucionada. Há meses, agente policias seguiam pistas do acusado e foram feitas várias diligências, até, fora de Anápolis. Sua prisão aconteceu em sua residência, para onde ele voltara recentemente. A condução do inquérito, segundo se apurou, deverá ficar a cargo da delegada Marisleide Santos, titular da Delegacia de Homicídios.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Segurança

Incidência de crime cai 60% com Força Tática

14/02/2019

Uma iniciativa inédita no Centro-Oeste e que já deu certo em Anápolis. Desde que a Força Tática Municipal foi criada –...

Sequência de homicídios abalou a Cidade na semana

14/02/2019

A série de assassinatos começou na sexta-feira, 08, pela madrugada. Foi na Avenida José Neto Paranhos, Bairro Jundiaí. Le...

Janeiro registrou queda no número de homicídios

08/02/2019

Doze homicídios foram registrados em janeiro de 2019 em Anápolis. O número, divulgado pelo Grupo de Investigação de Homi...

Deputado é contra a diminuição de penas para menores e idosos

31/01/2019

Reeleito para mais um mandato (19ª Legislatura) na Assembleia Legislativa de Goiás, com 38.278 votos, o deputado Major Ara...